terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

FRASE DE TERÇA

Casamento não é o céu nem o inferno, é simplesmente o purgatório.” (Abraham Lincoln)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Lynyrd Skynyrd



É uma banda de southern rock formada em Jacksonville, Florida, Estados Unidos, em 1964. Alcançou fama na década de 70 sob a liderança do vocalista e compositor Ronnie Van Zant, até a sua morte, juntamente com o guitarrista Steve Gaines, sua irmã e backing vocal da banda Cassie Gaines, o roadie manager Dean Kilpatrick, o piloto Walter MacCreary, e o co-piloto William Gray, num acidente aéreo em 1977 em McComb, Mississippi.

A banda voltou em 1987 para uma turnê de reencontro com o irmão mais novo do vocalista Ronnie Van Zant Johnny como o frontman. Lynyrd Skynyrd continua a excursionar e gravar atualmente. Dos seus membros originais, apenas Gary Rossington continua com a banda a partir de 2010. A banda foi introduzida no Rock and Roll Hall of Fame em 13 de março de 2006.

 
O nome “Lynyrd Skynyrd” veio do professor de Educação Física de Ronnie Van Zant, Gary Rossington e Allen Collins, Leonard Skinner. O professor era contra os rapazes terem cabelo comprido. A banda fez um show com o nome de “Leonard Skinner”, mas posteriormente mudaram o nome para “Lynyrd Skynyrd”.

O baixista Leon Wilkeson e o tecladista Billy Powell, ex-roadie, passaram a integrar o grupo em 1972, pouco antes do lançamento do primeiro álbum, Pronounced Leh-Nerd Skin-Nerd. O disco foi muito bem sucedido, tendo os hits “Free Bird” e “Gimme Three Steps” como principais destaques. Foram convidados para abrir a turnê do The Who nos Estados Unidos, ficando famosos em todo o país.

 
O segundo trabalho, Second Helping, saiu logo em 1974, e “Sweet Home Alabama”, o carro-chefe, levou-os à conquista do disco de ouro. O baterista Robert Burns é substituído por Artymus Pyle e o próximo álbum Nuthin’ Fancy trazia o clássico “Saturday Night Special”, mantendo o Lynyrd nas paradas.

Após Gimme Back My Bullets, de 1976, mais algumas mudanças ocorrem na formação: o guitarrista Steve Gaines entra no lugar de Ed King, e as backing vocals The Honkettes são adicionadas, com Jo Jo Billingsley, Leslie Hawkins e Cassie Gaines, irmã de Steve.

 
Gravam o duplo ao vivo One More From The Road, um dos maiores sucessos comerciais de toda a carreira, e “Free Bird”, em versão ao vivo, volta a estourar nas rádios. Aproveitando o bom momento, gravam o inédito Street Survivors, em 1977, que ganhou disco de ouro já no lançamento. As faixas “That Smell” e “What’s Your Name” tornaram-se verdadeiros hinos na época.

Porém, quando tudo parecia que ia bem, um trágico acidente impactou a carreira da banda: No dia 20 de outubro de 1977, 26 pessoas, incluindo os músicos, roadies e tripulação, partiram em direção ao estado de Louisiana no avião particular da banda, um Convair 240. Apresentando falhas mecânicas (apontando que tenha sido a quantidade insuficiente de combustivel para cobrir a distância), o avião caiu numa floresta perto de Mississipi. O vocalista Ronnie Van Zant e o guitarrista Steve Gaines morrem na hora, enquanto Cassie Gaines, sua irmã, com a garganta cortada de ponta a ponta, chora e agoniza até morrer no colo de dois dos músicos sobreviventes – este relato foi divulgado por um dos músicos sobreviventes do desastre, apesar de ter sido desmentido pelos médicos que fizeram a autópsia dos corpos. Apenas uma semana antes do acidente havia sido lançado o álbum Street Survivors que mostrava na capa a banda em meio a fogo. O disco foi recolhido pela gravadora e a capa trocada após o acidente, tornando-se a original uma raridade.

O acidente expôs o Lynyrd Skynyrd na mídia de uma maneira nunca antes vista, o que contribuiu para que os álbuns já lançados vendessem alguns milhares a mais de cópias. A gravadora MCA solta várias coletâneas no mercado e somente três anos depois, os sobreviventes do desastre aéreo formam um outro grupo, o Rossington Collins Band, que não obteve grande repercussão.

 
Recentemente morreu o tecladista Billy Powell, sendo que o único membro inicial da banda vivo é Gary Rossington.

Fotos: Reprodução

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Muddy Waters



O nome artístico (em português, Águas Lamacentas) ele ganhou devido ao costume de quando criança brincar em um rio. Seu primeiro instrumento foi a Harmónica, que aprendeu a tocar aos 13 anos, tocava nas esquinas por trocados e comida junto com um amigo. Enquanto ainda jovem, viu Charley Patton e Son House tocarem, Son House inclusive foi uma grande influência, ele mostrou a Muddy como tocar guitarra slide com uma garrafa de vidro, o que o levou a trocar de instrumento aos 17 anos.
 
Ele mudar-se-ia mais tarde de Mississipi para Chicago, Illinois, onde trocou o violão pela guitarra elétrica. Sua popularidade começou a crescer entre os músicos negros, e isso o permitiu passar a se apresentar em clubes de grande movimento. A técnica de Waters é fortemente característica devido a seu uso da braçadeira na guitarra. Suas primeiras gravações pela Chess Records apresentavam Waters na guitarra e vocais apoiado por um violoncelo. Posteriormente, ele adicionaria uma seção rítmica e a gaita de Little Walter, inventando a formação clássica de Chicago Blues.

 
Com sua voz profunda, rica, uma personalidade carismática e o apoio de excelentes músicos, Waters rapidamente tornou-se a figura mais famosa do Chicago Blues. Até mesmo B. B. King referiria-se a ele mais tarde como o "Chefe de Chicago". Suas bandas eram um "quem é quem" dos músicos de Chicago Blues: Little Walter, Big Walter Horton, James Cotton, Junior Wells, Willie Dixon, Otis Spann, Pinetop Perkins, Buddy Guy, e muitos outros.

As gravações de Waters do final dos anos 1950 e começo dos 60 foram particularmente suas melhores. Muitas das canções tocadas por ele tornaram-se sucesso: I’ve Got My Mojo Working, Hoochie Coochie Man, She’s Nineteen Years Old e Rolling and Tumbling, grandes clássicos que ganhariam versões de várias bandas dos estilos mais diversos.

 
Sua influência foi enorme em muitos gêneros musicais: blues, rhythm and blues, rock, folk, country. Foi Waters quem ajudou Chuck Berry a conseguir seu primeiro contrato.

Suas turnês pela Inglaterra no começo dos anos 1960 marcaram provavelmente a primeira vez que uma banda pesada, amplificada, se apresentou por ali (certo crítico sentiu-se obrigado a sair de um show para escrever sua análise por achar que a banda tocava muito alto). As canções de Waters inclusive exerceram grande influência nas bandas britânicas. O grupo Rolling Stones tirou seu nome de Rollin’ Stone, de 1950, mais conhecida como "Catfish Blues". Um dos maiores sucessos do grupo Led Zeppelin, Whole Lotta Love, foi baseado em You Need Love, composta por Willie Dixon . Foi Dixon quem compôs algumas das canções mais conhecidas de Muddy Waters, como I Just Want to Make Love to You, Hoochie Coochie Man e I’m Ready.

 
No final da década de 70 sua carreira renasceu ao fazer uma parceria com Johnny Winter que rendeu seus últimos quatro discos pela gravadora "Blue Sky". Nas gravações do último deles, "King Bee" (1981), a banda que na época era composta pelos guitarristas Sammy Lawhorn, Bob Margolin e Luther Johnson, pianista Pinetop Perkins, gaitista Jerry Portnoy, baixista Calvin "Fuzz" Jones e o baterista Willie "Big Eyes" Smith, estava se dissolvendo, e Muddy mostrava sinais de cansaço, todos continuaram grandes amigos, mas não conseguiram gravar material suficiente para terminar o álbum. Johnny Winter então completou com gravações não lançadas de antigas sessões da banda. A última apresentação de Muddy foi na Flórida no outono de 1982 com a banda de Eric Clapton.

Em 30 de abril de 1983 Muddy Waters morreu vítima de Insuficiência cardíaca enquanto dormia na sua casa em Westmont, Illinois. Foi enterrado no "Restvale Cemetery" em Alsip, Illinois. A cidade de Chicago e o subúrbio de Westmont homenageram Muddy colocando seu nome em vias públicas.

Entre outras canções com as quais Waters tornou-se conhecido estão Long Distance Call, Mannish Boy e o hino do rock/blues I’ve Got My Mojo Working.

 
Um pouco da história de Muddy Waters e da Chess Records foi retratada no filme Caddilac Records de 2008.

Muddy Waters foi induzido ao "Blues Hall of Fame" em 1980 e ao "Rock and Roll Hall of Fame" em 1987.

Fotos: Reprodução

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

FRASE DE TERÇA


Ela é o ar que eu respiro. Ou seja, fundamental mas eu nem presto atenção.” (Millôr Fernandes)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Mötley Crüe



A banda foi oficialmente formado em 1981, quando o baixista Nikki Sixx e o baterista Tommy Lee resolveram largar suas bandas e iniciar um novo projeto. Posteriormente, juntaram-se à dupla o vocalista Vince Neil e o guitarrista Mick Mars, começando a banda a tocar em bares e casas noturnas locais de Hollywood. Sempre muito polêmico, o Mötley Crüe por muitas vezes chamou mais a atenção pelos escândalos que seus membros estiveram envolvidos do que propriamente pela música, sendo conhecidos até hoje como os “bad boys of rock n´ roll”.

O primeiro álbum da banda, Too Fast For Love, foi lançado por uma gravadora independente, a Lethur Records. Logo depois a banda assinou um contrato com a Elektra Records, que fez com o álbum fosse remixado e relançado, desta vez com uma melhor qualidade e uma maior divulgação.

Em 1983, chegou Shout At The Devil, o segundo trabalho da banda, que foi muito bem produzido e emplacou os hits “Looks That Kill”, “Too Young To Fall In Love” e “Ten Seconds To Love”, entre outros. Com este álbum os caras alcançaram disco de platina e a música passou a ser algo lucrativo. Mas nem tudo transcorreu tão bem como esperado, pois o vocalista Vince Neil, ao dirigir seu automóvel sob influência de excessiva quantidade de álcool e drogas, envolveu-se em um acidente no dia 12 de agosto deste mesmo ano, levando à morte seu amigo Nicholas Dingley, então guitarrista de uma das bandas pioneiras no gênero Glam Rock, o Hanoi Rocks. Vince foi preso por 30 dias, no ano 1985, bem como prestou serviços comunitários e pagou multa.

 
Apesar dos acontecimentos inesperados que fizeram com que o sucesso do Mötley Crüe fosse interrompido, em 1985 saiu o terceiro álbum da banda, Theatre Of Pain. O estilo das músicas havia mudado um pouco de direção, flertando com o Glam Rock, gênero que estava no topo das paradas musicais e crescia cada vez mais. Deste trabalho surgiram alguns clipes que se tornaram muito populares, pelo número excessivo de vezes que foram veiculados na MTV. O principal deles é o vídeo feito para a balada “Home Sweet Home”, que fez um estrondoso sucesso na época, elevando a banda à condição de uma das principais do cenário Glam de Los Angeles. Foi lançado também um vídeo, Uncensored, contendo imagens inéditas dos integrantes, entrevistas e 5 clipes.

Em 1987, Girls, Girls, Girls foi lançado e o clipe para a faixa título do álbum foi imediatamente censurado, pelo conteúdo considerado ofensivo (mulheres fazendo striptease). A popularidade da banda começou a aumentar cada vez mais e outros hits emplacaram, como “Wild Side”. Neste álbum a influência excessiva do Glam foi deixada de lado. Começou então uma grande turnê pelo mundo. Mas novos problemas aconteceram. As datas de shows do Japão foram canceladas, já que Nikki Sixx teve uma overdose, que por pouco não o levou à morte. Diante dos problemas quase que diários, no ano seguinte, 1988, a banda se retirou da mídia e todos os membros foram internados em clínicas para recuperação de drogados e alcoólatras.

A volta se deu um ano mais tarde, quando novas bandas, das quais a principal era o Guns n´ Roses, passaram a apresentar um som mais básico e agressivo, em confronto com o “brilho” do Glam. Naturalmente o Mötley Crüe tendeu para esta expoente vertente da música e lançou o álbum Dr. Feelgood, bem mais agressivo e pesado, talvez o melhor e mais respeitado trabalho da banda. O hit “Kickstart My Heart” chegou ao primeiro lugar da Billboard e se tornou música com presença obrigatória em todos os shows, por ser o maior sucesso da carreira da banda. Vale ressaltar que este álbum contou com a produção de Bob Rock, grande produtor de Hard Rock nos anos 80.

 
Com muitas músicas que se tornaram sucesso ao longo da carreira, a banda lançou então uma coletânea, Decade Of Decadence – 81-91, com versões remix e duas músicas inéditas, “Primal Scream” e “Angela”, além de um cover para “Anarchy In The U.K.”, dos Sex Pistols. Junto com este lançamento ocorreu a saída do vocalista Vince Neil, pois as gravações para um novo álbum não estavam dando certo (havia muito desinteresse por parte de Vince) e a indústria da música começava a investir no Grunge, estilo que o Nirvana apresentou no início da década de 90 e que tomou conta das gravadoras, rádios e canais de televisão, passando por cima do Hard Rock que imperou nos anos 80.

John Corabi foi escolhido para substituir Neil e, em 1994, saiu o novo álbum, simplesmente intitulado Mötley Crüe. Não alcançou um grande número de vendas e a turnê também não trouxe muito lucro.

 
Até que, em 1997, Vince retornou à banda, após lançar dois álbuns solo, culminando no lançamento do disco Generation Swine, muito criticado também. Em 1998, tendo em vista a aceitação muito ruim dos dois últimos álbuns, uma nova coletânea foi editada, Greatest Hits, com mais duas músicas inéditas, “Enslaved” e “Bitter Pill”. A banda saiu em turnê, mas chegou a vez de Tommy Lee ser preso, por agressões físicas e discussões com sua ex-esposa, a conhecida Pamela Anderson. Foi condenado a mais de 1 ano de prisão e, com isso, não retornou novamente à banda, sendo substituído pelo ex-baterista do Ozzy Osbourne, o talentoso Randy Castillo.

No ano de 1999, todos os álbuns do grupo foram relançados, com bonus tracks, agora pela gravadora Mötley Records, da própria banda. Foi também lançado um álbum com raridades e músicas nunca antes mostradas, chamado Supersonic and Demonic Relics, assim como o primeiro ao vivo da banda, Live: Entertainment Or Death, em edição dupla.

Em 2000 veio então um álbum totalmente inédito, chamado New Tattoo, sendo o primeiro trabalho com Randy Castillo na bateria. Neste período de gravação do novo álbum e de mudanças na formação, Nikki Sixx criou uma banda paralela, chamada 58, que teve seu primeiro e único álbum lançado, Diet For a New América. O grupo passou a então excursionar com a Maximum Rock Tour, ao lado de Megadeth e Anthrax, o que resultou no lançamento de um DVD ao vivo (gravado com Samantha Malone, da banda Hole, na bateria, pois Randy teve que deixar as baquetas de lado por um tempo, em razão de complicações de saúde).


Com a morte de Randy no dia 26 de março de 2002, a banda acabou por novamente parar com as atividades. Vince Neil retomou sua carreira solo, lançando o disco Live At The Whisky – One Night Only. Nikki Sixx também não ficou atrás e formou a banda Brides of Destruction, ao lado de Tracii Guns, vindo a lançar o primeiro álbum do grupo em 2004, chamado Here Come The Brides.

Neste mesmo ano de 2004, os rumores de que o Mötley Crüe voltaria com sua formação original ficaram cada vez mais fortes e isso realmente aconteceu. Em meio a entrevistas em programas americanos famosos, todos os integrantes voltaram à tona e a banda saiu em turnê novamente, prometendo ser a última da carreira.

Uma nova coletânea foi lançada, Red, White & Crüe, em edição dupla e com três músicas inéditas, estando prometido também o lançamento de um DVD, gravado ao vivo em abril de 2005, na turnê que prossegue até o momento, denominada Carnival Of Sins.

 
No ano de 2008 saiu Saints of Los Angeles, trabalho que marcou o retorno da formação clássica em estúdio.

Fotos: Reprodução

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Vampire Weekend


A banda ganhou atenção devido a uma variedade de blogs, como o Stereogum. A banda foi influenciada pela música popular africana e a música ocidental clássica, descrevendo seu gênero como "Upper West Side Soweto", tocando músicas como "Cape Cod Kwassa Kwassa".


Os membros da banda se conheceram enquanto frequentavam a universidade (Columbia University). Eles próprios produziram seu primeiro álbum depois de se formarem, enquanto faziam muitos trabalhos simultaneamente.

Em 2007, o terceiro single da banda, "Cape Cod Kwassa Kwassa", foi o 67º colocado na lista de 100 melhores músicas do ano da Rolling Stone, e em Novembro, eles viajaram para o Reino Unido com os The Shins. Eles foram eleitos "A melhor nova banda do ano" pela Spin.



Em 2007, a música “Cape Cod Kwassa Kwassa”, do Vampire Weekend, ficou na 67ª colocação na lista das 100 Melhores Músicas do Ano da Rolling Stone. Em novembro de 2007, fizeram uma turnês pela Inglaterra com a banda The Shins. Foram declarados “A Melhor Nova Banda do Ano” pela revista Spin em março de 2008, e foram a primeira banda a ser capa da revista depois do lançamento do primeiro álbum. Quatro músicas do primeiro álbum da banda fez parte do “Triple J Hottest 100” de 2008.

O álbum de estreia “Vampire Weekend” foi lançado em 29 de janeiro de 2008. Foi sucesso nos Estados Unidos da América e Reino Unido, ficando com o número 15 no “UK Albums Chart” e com o número 17 na “Billboard 200”. Quatro singles foram lançados com o álbum; enquanto “A-Punk” atingiu o número 25 na ‘Billboard Modern Rock’ e número 55 na ‘UK Singles Chart’, “Oxford Comma” atingiu o número 38 no Reino Unido. “A-Punk” ficou em 4º lugar na lista da Rolling Stone de melhores músicas de 2008. “A-Punk” também foi usada na abertura do filme Quase Irmãos, de Will Ferrell e John C. Reilly, e destaque do programa de televisão do Reino Unido The Inbetweeners, e nos jogos Guitar Hero 5 e LEGO Rock Band.



Após sua ascensão inicial à popularidade, eles passaram por um período onde a sua imagem começou a gerar controvérsia. Em 2008, Vampire Weekend foi apelidada de “banda mais branca” por Christian Lander, o criador do site “Stuff White People Like”, numa entrevista ao site Salon.com. Críticos e antifãs desprezaram a banda por se apropriar de elementos do terceiro mundo enquanto eram privilegiados frequentadores da Ivy League (grupo de oito prestigiadas universidades privadas dos EUA). Essa situação foi ainda mais alimentada por conta do Vampire Weekend citar que a música punk rock, notavelmente The Clash, ser a maior influência do trabalho deles, sendo que sua música e imagem não correspondem ao punk convencional. Durante o verão de 2008, Vampire Weekend apresentou-se no Central Park SummerStage.

No ano de 2011,o single "cousins" foi colocado na trilha sonora do jogo Pro Evolution Soccer 2011.



Fotos: Reprodução